top of page
  • Foto do escritorSamara S.

Cuidados que devemos ter com as ondas de calor


Uma onda de calor histórica está castigando o Brasil, e as previsões indicam que as altas temperaturas continuarão impactando o Centro-Oeste e o Sudeste ao longo do mês de novembro e dezembro de 2023.

Uma pesquisa realizada no World Weather Attribution afirma que ondas de calor mortais no Brasil são 100 vezes mais prováveis de ocorrer devido aos danos ao meio ambiente causados pelo ser humano.

A World Weather Attribution também aponta que se a temperatura global elevar mais 2 graus Celsius, ondas de calor semelhantes, com alto grau de letalidade, podem ocorrer a cada cinco ou seis anos.

O calor extremo pode ter consequências graves ao ser humano, especialmente para crianças, idosos e pessoas com comorbidades. Uma pesquisa publicada na revista Nature no ano de 2022 revelou que temperaturas extremas foram responsáveis por quase 6% das mortes em cidades da América Latina.

Durante de uma onda de calor como essa que passamos recentemente (e que provavelmente vamos passar cada vez mais), alguns cuidados são necessários. O primeiro dele é manter a hidratação, pois com as temperaturas elevadas o corpo humano busca se resfriar através do suor e, como isso, acaba ocorrendo a desidratação. Assim, mesmo que não sinta sede, beba mais água ao longo do dia.

Também é importante evitar a exposição ao sol, além de usar sempre um protetor solar com FPS acima de 50, protetor labial, boné, chapéu, óculos de sol e roupas leves. Também devemos evitar atividades físicas intensas ao ar livre durante os horários mais quentes e buscar locais ventilados para nos refrescarmos.

Diante do aumento das temperaturas é vital que a população esteja alerta para os riscos à saúde e que adote medidas para se proteger durante essa onda de calor que assola o Brasil. O cuidado é a chave para enfrentar esse desafio climático com segurança e saúde.



Fontes:

51 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page